célula convectiva
[Sin. corrente de convecção] 

Deslocamento ascendente de fluidos de pontos aquecidos para pontos mais frios acima e seu retorno marginal por descensum para o ponto aquecido formando um célula de convecção.

Padrão de deslocamento  de fluidos em corpos como mares, atmosfera, câmara magmática desenvolvido devido a diferenças de densidade e/ou de temperatura no meio, fazendo com que massas fluidas ou fluidos intersticiais, aquecidos por qualquer processo, tenham deslocamento ascendente atingindo zonas mais altas e frias onde perdem calor, aumentando a densidade, e criando um fluxo descendente ao entorno da coluna ascendente, como um "guarda-chuva", para serem reaquecidos e retornar ao fluxo ascendente, formando uma célula convectiva.
Movimentação de fluido que permeia as rochas a partir de um ponto aquecido (intrusão ígnea, geralmente) na forma de um sistema de circulação convectivo, vertical ascendente sobre o ponto quente e lateral descendente com o resfriamento progressivo do fluido mais acima, retornando parcialmente à corrente vertical ascendente após a fase descendente.
Células convectivas de água do mar e água magmática, permeando os poros e fissuras das rochas, ocorrem nas zonas de ridges meso-oceânicas, promovendo diversos processos, principalmente o metamorfismo de fundo oceânico.
Junto a corpos magmáticos intrusivos podem ocorrer células convectivas, alterando as encaixantes e a própria cúpola da rocha intrusiva, como nos porphyry copper e em greisens que são importantes metalotectos de jazidas minerais.

 

[Autor: Winge,M.]
Home page Glossário Geológico