cicloestratigrafia

A cicloestratigrafia é o ramo da estratigrafia que estuda as variações cíclicas nos padrões de sedimentação produzidos por processos tectônicos e climáticos e sua possível relação com a indução astronômica.

A cicloestratigrafia é o estudo dos padrões deposicionais cíclicos produzidos por processos tectônicos e climáticos (Perlmutter & Matthews,1989), mas o papel principal ao qual ela se propõe é o de definir se os ciclos orbitais do nosso planeta têm ou não capacidade de deixar sua impressão nos sedimentos e se essa impressão pode ser separada, tanto dos ciclos e oscilações gerados de forma randômica, quanto das feições superpostas pela diagênese (Einsele et alii, 1991). Esses ciclos orbitais compreendem desde o ciclo diário, responsável pelos dias e noites, até os de oscilação e revolução do Sistema Solar na galáxia. Poderíamos incluir nessa definição, além dos ciclos orbitais, aqueles ligados às manchas solares, devido às fortes evidências de sua influência no clima (Silva, 2001*).

[Ver textos complementares: CICLOESTRATIGRAFIA GLOBAL e CICLOS ORBITAIS OU CICLOS DE MILANKOVITCH

(*)Silva,J.G.R. 2001. Estudo de cicloestratigrafia nos depósitos eopermianos do Grupo Itararé, Bacia do Paraná, nos estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, baseado em dados de testemunhos e de perfis e raios gama. Porto Alegre, 288p. Dissertação de Mestrado em Geociências, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

 

[Autor: Silva,J.G.R.]
Home page Glossário Geológico