conglomerado
[Sin. rudito; psefito - (Latim:rudus=cacos; fragmentos)-(Grego: psefos=seixo ou calhau e sufixo ito=rocha)]

Rocha sedimentar clástica composta por fragmentos com mais de 2mm de diâmetro (grânulos, seixos, matacões), misturados em maior ou menor quantidade com matriz arenosa e/ou mais fina, síltica e/ou argilosa e cimentada por carbonato, óxido ou hidróxido de ferro, sílica e/ou por argila ressecada comumente.

Os fragmentos grosseiros podem ser desde arredondados até bem angulosos. Quando estes predominam, a rocha é chamada de brecha sedimentar.
A proporção, a classificação, a seleção, o arredondamento e a natureza dos componentes do conglomerado, a par de terem relação direta com o ambiente de origem e com os processos de transporte e de sedimentação (fluvial, glacial, marinho, residual, coluvionar), são a base da classificação das rochas conglomeráticas.
Para alguns autores o termo conglomerado é reservado para rochas sedimentares com mais de 50% de componentes clásticos grosseiros, acima de 2mm de diâmetro.

[Ver fotos de conglomerados 01, 02]
[Ver Clastic conglomerate rock  no site Earth Science World Image Bank-AGI]
[Ver conglomerado
 no site Atlas de Minerais e de Rochas - Museu Heinz Ebert - UNESP]

 

[Autor: Winge,M.]
Home page Glossário Geológico