errático

Fragmento de rocha trazido por glaciais de locais distantes e cuja litologia, muitas vezes, é completamente diferente (exótica) das rochas que ocorrem no local.

O tamanho de um errático pode variar desde seixo até bloco ou matacão do tamanho de uma casa.
Os blocos erráticos podem vir dentro da geleira e serem depositados longe de sua área de ocorrência original pela ablação da geleira como processo normal de deposição das morainas (compondo drift) ou, com degelo mais intenso, ser depositados sobre o pavimento estriado do fundo do vale glacial. Podem, também, dentro de blocos de gelo descolados da geleira ser transportados dentro de icebergs em um lago glacial (geleira de montanha) ou no mar (geleira continental), e serem liberados com o degelo afundando na água e ir atapetar ou penetrar as camadas dos sedimentos abaixo, deformando-as. Essas deformações ocorrem na parte inferior do bloco afundado o que é importante como indicador de posição normal ou invertida de camadas (geopetal) de rochas que contenham esses erráticos.

[Ver Glacial Features no site do Newfoudland & Labrador Geological Survey - Canada]
[Ver Pot holes subglaciais com erráticos arredondados (Monumento Geológico Gletschergarten Luzern)]
[Ver Rocky boulders in Washington no site GeoTimes-AGI]

Autor: Winge,M.]
Home page Glossário Geológico