fóssil
[Conf. fossilização]

Restos, geralmente de partes duras e resistentes como ossos e dentes, ou qualquer outro vestígio de ser vivo, como moldes, rastros, marcas preservadas, troncos de árvores silicificados, etc.. que indicam, se depositados in situ, a existência desse ser na época de deposição dos sedimentos que deram origem à rocha que os contém.

Fósseis podem indicar idades, sabendo-se, por correlação estratigráfica, por exemplo, idades máximas (quando apareceu a espécie) e mínimas (quando a espécie foi extinta) e podem indicar ambientes e clima durante a deposição do sedimento.
Importantes são os estudos tafonômicos para indicar se os fósseis são autóctones ou se tratam-se de fragmentos fósseis retrabalhados de outras camadas sedimentares mais antigas ou de outros ambientes laterais.
A paleontologia é a ciência que, integrando conhecimentos geológicos e biológicos, tem como enfoque o estudo dos fósseis.

[Ver Shale Fossil Index no site Department of Paleobiology at the National Museum of Natural History]
[Ver descrição de alguns dos Sítios Paleontológicos do Brasil e dos fósseis neles encontrados: SIGEP005, SIGEP009, SIGEP032, SIGEP046, SIGEP065, SIGEP082, SIGEP086, SIGEP119]

 

[Autor: Winge,M.; Colab.:Tomassi,H.Z.]
Home page Glossário Geológico