fossilização
[Conf. tafonomia]

Processo ou sequência de processos geológicos que leva à geração de um fóssil.

Em raros casos um fóssil é preservado integralmente, como é o caso de mosquitos e outros insetos envolvidos em resinas de árvores transformadas em âmbar.
Normalmente os fósseis correspondem a restos de partes mais duras e/ou mais resistentes ao apodrecimento e à degradação, como os ossos e os dentes, que são sepultados nos depósitos sedimentares ou cineríticos vulcânicos.
Um resto fóssil não é necessariamente relacionado, em idade e/ou ambiente, com a rocha que o contem; ele pode provir de camadas mais antigas erodidas e/ou retrabalhadas (ver tafonomia).
Existem vários processos ligados à fossilização e, em muitos casos, responsáveis pela melhor preservação dos restos fósseis. Muitos desses processos estão relacionados com a percolação, nos sedimentos, na rocha em diagênese ou mesmo em etapas posteriores, de fluidos, água especialmente, mineralizados com sais ou com fases coloidais (sílica, hidróxidos de ferro, manganês, carbonatos, sulfetos..) ocorrendo substituição, molécula a molécula,  pseudomorfisando o resto do ser vivo e/ou preenchimento de poros de ossos, de lenhos,.. com substâncias minerais (permineralização). Processos de redução de matéria orgânica para carbono ou substâncias orgânicas mais reduzidas do que a original também podem estar ligadas a formação do fóssil, como por exemplo folhas em folhelhos e a constituição de carvão mineral a partir de caules e troncos especialmente.

 

Autor: Winge,M.]
Home page Glossário Geológico