lençol freático
[Inglês: water table]
[Conf. água subterrânea; artesianismo; nascente]

Superfície que delimita a zona de saturação da zona de aeração, abaixo da qual a água subterrânea preenche todos os espaços porosos e permeáveis das rochas e/ou solos.

O lençol freático ou subterrâneo tende a acompanhar o modelado topográfico e oscila, ao longo do ano, sendo rebaixado com o escoamento para nascentes ou elevado com a incorporação de água infiltrada da chuva e/ou de degelo. Ele depende e muito da existência ou não de cobertura vegetal na região.
A cobertura vegetal propiciada pelas florestas é fundamental para a preservação do manancial de água potável do mundo vsito que:
- o rendilhado de raízes evita a erosão, retendo o solo onde se armazena a água e preservando as fontes ou nascentes que, assim, apresentam um fluxo lento e constante de escoamento;
- a própria vegetação retém boa parcela da água, evitando sua rápida evaporação ou evapo-transpiração como ocorre nas regiões semi-desérticas (Nordeste do Brasil, por exemplo)  e desérticas;
- o sombreamento das árvores diminui significativamente a temperatura com redução substancial da evaporação, dando tempo a água de se infiltrar no solo;
- a cobertura vegetal recebe o impacto das gotas de chuva que escoam por folhas, galhos e troncos de forma lenta, evitando a erosão do solo "amarrado" pelas raizes e, assim não ocorre, mais adiante, o assoreamento de canais dos riachos e rios, resultando em um fluxo mais constante e de maior volume de águas fluviais, sem haver enchentes catastróficas.

 

[Autor: Winge,M.]
Home page Glossário Geológico