metassomatismo

Processo de alteração e/ou transformação quimica de uma rocha principalmente pela ação de fase fluida reagente, resultando em entrada e/ou saída significativa de componentes químicos da rocha com modificação importante de seus minerais (reações metassomáticas). A rocha assim transformada chama-se rocha metassomática ou metassomatito.

Os processos metassomáticos se dão, muitas vezes, sobre rochas geralmente mais reativas como calcários, mas podem se dar em qualquer tipo de rocha desde que ocorra conflito geoquímico entre fluido e rocha e em condições termodinâmicas adequadas para as reações de substituição de minerais. Existem ambientes preferenciais de metassomatismo como regiões de falhas, de chaminés vulcânicas, de encaixantes de intrusivas ricas em fluidos como sienitos alcalinos, etc... permeadas por fluidos H2O e/ou CO2, F, Cl, B, etc.. fortemente aquecidos. Vários são os processos de alteração metassomática sendo mais comuns os em que a água e CO2 são agentes maiores de transformações como sericitização, muscovitização, cloritização, biotitização, anfibolitização/uralitização, skanitização,.. Ao metassomatismo  associa-se, muitas vezes, a substituição de um mineral por outro(s) mas com a manutenção da forma (pseudomorfose) do mineral substituído. Muitas jazidas estão relacionadas com processos metassomáticos, como, por exemplo, scheelita em tactitos, galena e esfalerita em calcários  metassomatizados. Em condições de ultrametamorfismo, associadamente a processos de fusão parcial, ocorrem reações metassomáticas devidas a migração de K, Na e outros cátions tendendo a "granitizar" a rocha migmatítica.

 

[Autor: Winge,M.] Última atualização: 23/07/16 16:37
Home page Glossário Geológico