ofiolito
[ofis=serpente; litos=rocha]

Conjunto litológico ou sequência típica de crosta oceânica, apresentando rochas máfico-ultramáficas serpentinizadas originadas nas zonas de ridges das cadeias meso-oceânicas em um edifício pluto-vulcânico-sedimentar.

A sucessão típica de um Ofiolito, tal como sendo representativo de uma seção completa de crosta oceânica inclui:
1- Unidade basal de peridotitos residuais (manto deprimido);
2- Sequencia de cumulados ultramáficos (peridotitos, piroxenitos) e máficos no topo ( gabros);
3- Unidade de sheeted dikes (diabásios) que gradam verticalmente para
4- Conjunto de vulcânicas basálticas, com frequente estrutura almofadada (pillow) derramadas no topo, contendo intercalações eventuais de formações ferríferas e chertes;
5- No topo, sedimentos pelágicos: chertes, calcários, vazas de radiolários etc...

Restos de edifícios ofiolíticos, notadamente de massas serpentiníticas (ofis=serpente; litos=rocha) alçadas, seja por diapirismo seja por processos tectônicos como a obducção, muitas vezes a grandes altitudes no meio de cadeias montanhosas, são comuns em zonas de suturas orogênicas como corpos alóctones aí posicionados e fazendo parte de melanges tectônicas associadas a cinturões de alta pressão, tipo Sanbagawa, com rochas  metamorfisadas nas fácies eclogito, anfibolito, xistos azuis.

[Ver pillow lava eclogitizada e com retrometamorfismo para anfibolito a 3.000m altitude nos Alpes suiços em site de Photo Gallery da PCU Services Co/UK]

[Ver um modêlo de câmara magmática de uma ridge de rápida abertura e formação de crosta oceânica baseado no sistema ofiolítico de Oman segundo o Laboratoire de Tectonophysique do CNRS - France]

[Ver fotos de pillows, sheeted dikes, gabros acamadados, bandas magmáticas cisalhadas, Moho exposto, dunito, harzburgito acamadado do espetacular ofiolito de Oman obductado sobre a placa Arábica - site do Laboratoire de Tectonophysique do CNRS - France]

 

[Autores: Winge,M.; Danni,J.C.M.]
Home page Glossário Geológico