recristalização dinâmica

Processo de rearranjo cristalino de grãos minerais em uma rocha durante deformações no estado sólido.

A rocha ao sofrer tensão tende a formar subgrãos por cataclase com incremento de energia iônica livre devido ao  deslocamento de retículos cristalinos, ao aumento de superfície do mineral devido as fraturas e à criação de sítios de desordem estrutural. Na busca de equilíbrio termodinâmico com menor entropia, os subgrãos tendem a se reorganizar e crescer com superfícies de fratura planas (menor superfície= menor energia livre), formando poliedros com junções tríplices com ângulos de 120o.

 

[Autor: Winge,M.]
Home page Glossário Geológico