Rodínia
[Sin. Ur-Gondwana; Paleopangea; Kanatia]

Supercontinente que teria existido entre o Mesoproterozóico tardio e o Neoproterozóico precoce rodeado por oceano global chamado Mirovoi.

A noção de um supercontinente Meso-Neoproterozóico é enraizada na literatura geológica, mas as configurações diferem grandemente. Além de Rodinia, diversos outros nomes tem sido propostos para esse supercontinente: Ur-Gondwana, Paleopangea e Kanatia.
O nome Rodinia (McMenamin & McMenamin, 1990) é originado do verbo russo que significa gerar ou crescer (Meert & Powell, 2001).
Rodinia é o supercontinente que deu origem a todos continentes subsequentes e suas margens continentais foram o berço dos animais mais antigos.O oceano global circundando Rodinia é chamado Mirovoi.
O ciclo de vida do supercontinente Rodinia é caracterizado por seu nascimento em uma série de colisões entre o Mesoproterozóico tardio e o Neoproterozóico precoce, reunidas sob o termo “Grenvilliano” (entre 1.050 a 950 Ma), e por sua morte registrada em sucessões de riftes e margens passivas do Neoproterozóico tardio (~700 Ma), quando o supercontinente fragmentou.
A aglutinação e a fragmentação do supercontinente Rodinia foi objeto de estudo do International Geological Correlation Project (IGCP) No 440. com o objetivo de reconstruir esse supercontinente, que teria reunido em determinada época da história da Terra todas as massas continentais do mundo em um único bloco, incluindo os terrenos que hoje fazem parte da Plataforma Sul-Americana. Esse projeto visou assim reunir subsidios para comprovar a existência desse supercontinente em torno de 1.000 Ma, ou seja, na passagem do Mesoproterozóico ao Neoproterozóico. Os resultados estão
(2006) em fase de divulgação.

 

[Autor: Schobbenhaus,C.]
Home page Glossário Geológico