simplectito  

Simplectito é uma textura microscópica de intercrescimento de dois ou mais cristais que pode ocorrer em silicatos, sulfetos ou em metais devido de quebra ou desestabilização de fases originais. A desestabilização ocorre como resultado de mudanças de condições físicas como pressão e temperatura ou ambos. Assim, as fases originais são substituidas pelo intercrescimento de fases estáveis sob as novas condições.

Simplectitos de silicato são observado nas rochas metamórficas cujas condições de formação mudaram no decorrer de sua evolução subsequente. Um exemplo é de rochas formadas sob metamorfismo de alta pressão sujeito a descompressão, ou seja pressão e temperatura mais baixas do que da sua formação. Nesse caso, fases (minerais) de alta pressão passam formar simplectito de fases (minerais) estáveis nas condições novas.

Seguem algumas reações para ilustrar a formação de simplectito:
1. Grt + Cpx = simplectito: Opx + Pl
2. Ol + Pl = simplectito: Cpx + Sp
3. Onf = simplectito: Di + Na-Pl
4. Cpx1 + Grt + O2 = simplectito: Cpx 2 + Opx + Mt + Qz
Abreviações: Grt = granada; Cpx = clinopiroxênio; Opx = ortopiroxênio;
Pl = plagioclásio; Ol = olivina; Sp = espinélio; Onf = onfacita; diopsídio;
Mt = magnetita; Qz = quartzo

[Ver fotomicrografias de simplectitos: Granulito máfico de Botelhos, MG; Eclogito de Pouso Alegre, MG]

[Autor: Choudhuri,A.]
Home page Glossário Geológico