SIGEP - COMISSÃO BRASILEIRA DE SÍTIOS GEOLÓGICOS E PALEOBIOLÓGICOS
(DNPM-CPRM-SBG-ABC-SBP-IPHAN-IBAMA-SBE-ABEQUA)

PROPOSTA DE DESCRIÇÃO DE SÍTIO GEOLÓGICO DO BRASIL
PARA REGISTRO NO PATRIMÔNIO MUNDIAL DA HUMANIDADE
(WORLD HERITAGE COMMITEE - UNESCO)

 

PROPOSTA CANCELADA. VER NOVA PROPOSTA: Ponta das Lajes e o Encontro das Águas, AM

1. PROPONENTE (candidato a autor principal)
Nome completo: Elena Franzinelli
Endereço p/ postagem: Caixa Postal 885, Centro, Manaus-AM cep: 69010-970
Instituição: Universidade Federal do Amazonas - UFAM
Fax:
Telefone: (92) 32341386
email: elena@argo.com.br, drfernandes@gmail.com
Data da proposta:    25/02/2007
Data provável de entrega do artigo:   15/04/2007

2. COAUTORES(*)

Hailton Igreja - Universidade Federal do Amazonas, Dep. Geociências. higreja@ufam.edu.br

(*)Informar em ordem de importância: Nome completo, instituição, e-mail

3. NOME do SÍTIO(*):

Encontro das Águas

 (*)nome consagrado; se não existir, proponha um nome conciso que indique o tipo de sítio e/ou o local

4. SUGESTÃO DE TÍTULO E SUBTÍTULO  DO ARTIGO A SER ESCRITO - VER EXEMPLOS
(a)TÍTULO(*): Encontro das Águas, em frente a cidade de Manaus

(b) SUBTÍTULO(**): Duelo de Titãs: Rio Negro e Rio Solimões para formar o Rio Amazonas

(*)deve ser conciso e, preferencialmente, integrar o nome do Sítio):
(**)deve ser conciso e complementar ao título):

5. TIPO DE SÍTIO:

[   ]Astroblema                 
[   ]Estratigráfico              
[   ]História da Geologia, Mineração, Paleontologia..
[   ]Marinho-submarino  
[   ]Metamórfico                
[   ]Paleoambiental           
[   ]Sedimentar                  
[X]Outro(s) : Turístico

[   ]Espeleológico  
[X]Geomorfológico
[X]Hidrogeológico
[   ]Ígneo
[   ]Metalogenético
[   ]Mineralógico
[   ]Paleontológico
[X]Tectono-estrutural

Observação: [   ] Inclui vestígios arqueológicos  -  [X] Interesse Histórico/Cultural

6. LOCALIZAÇÃO
1. Município(s)/UF: Manaus/AM
2. Coordenadas geográficas (Lat/Long) do centro da área :  3º08' S/59o 52' W

3. Nome do local: Encontro das Águas

7. JUSTIFICATIVAS(*):

Importância do ponto de vista geográfico, geomorfológico, turístico e histórico, haja visto que o primeiro núcleo da cidade de Manaus foi instalado nas proximidades do sítio proposto.

(*)para a inclusão como PATRIMÔNIO MUNDIAL DA HUMANIDADE

8) BREVE DESCRIÇÃO DO SÍTIO(*):

 

O sítio proposto apresenta-se como uma soberba vista do encontro das águas “brancas” do Rio Solimões com as águas “pretas” do Rio Negro, vindas de dois sistemas fluviais muito distintos, com propriedades químicas, físicas e biológicas peculiares que são descritas no artigo. Estudos da tectônica moderna da área, inserida no sistema estrutural transcorrente da faixa central da Amazônia, propiciou os aspectos geomorfológicos importantes do local, como a formação da planície quaternária ao sul, a topografia anômala dos leitos dos rios e a ocorrência das “falesias” vermelhas esculpidas nos depósitos da Formação Alter do Chão Cretácica na margem esquerda dos rios Negro e Amazonas.

No artigo é apresentado também o arcabouço estrutural, bem como dados das características sedimentológicas da Formação Alter do Chão e dos depósitos quaternários locais.

Também são referidas notas históricas da descoberta do local pelos exploradores e colonizadores espanhóis e portugueses, e da instalação do primeiro núcleo da cidade de Manaus. Ressalta-se que o sítio, além de ser um fenômeno ecológico permanente, consiste também de um magnífico e muito freqüentado ponto turístico.

 

9) SITUAÇÃO ATUAL DE CONSERVAÇÃO E ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA PROTEÇÃO:

Situação atual: Sítio permanente.

Órgão responsável: IPAAM – Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas

10) BIBLIOGRAFIA REFERENTE AO SÍTIO PROPOSTO(*):

* Franzinelli, E.; Igreja, H.L.S., 1990. Utilização de sensoriamento remoto na investigação da área do baixo Rio Negro e grande Manaus. VI Simpósio de Sensoriamento Remoto, Manaus. Anais v.3, p. 641-648.

* Franzinelli, E.; Latrubesse, E., 1993. Neotectonics in the central part of the Amazon Basin. Bull. INQUA N.C. 16, p. 10-13.

* Igreja, H.L.S, 1999. Aspectos do modelo neotectônico da placa sul-americana na província estrutural amazônica, Brasil. Tese, UFAM, Manaus.

* Franzinelli, E.; Igreja, H.; 2002. Modern Sedimentation in the lower Negro River, Amazonas State, Brazil. Geomorphology, v.44, p. 259-272.

* Latrubesse, E.; Franzinelli, E.; 2002. The Holocene alluvial plain of the Middle Amazon River, Brazil. Geomorphology, v.44, p. 241-258.

Sioli, H. 1984. The Amazon Limnology and Landscape Ecology of a Mighty Tropical River and Its Basin. Dr. W. Junk  Publ. Dordrecht Netherlands.

(*)assinalar em destaque trabalhos dos candidatos a autor e coautor

COMENTÁRIOS DA SIGEP E DA COMUNIDADE GEOCIENTÍFICA
E RÉPLICAS DOS PROPONENTES


Enviada em: segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 14:47
Assunto: SIGEP - Novas Propostas - SUGESTÃO
Prezados colegas membros da SIGEP,
tenho, como princípio, disponibilizado imediatamente na internet toda a proposta de sítio que nos chega. Entretanto, alguns sítios revelam-se de imediato fora dos objetivos da SIGEP, o que parece-me ser o caso deste SÍTIO sugerido (anexo) que se refere à junção de águas dos rios Negro/Amazonas e Solimões.
.......
Manfredo 


De: ricardolatge@petrobras.com.br
Enviada em: segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 17:32
Assunto: Re: SIGEP - Novas Propostas - SUGESTÃO
......
Outrossim registro que apesar de num primeiro momento ter estranhado a proposta de incluir "Encontro das Águas" no SIGEP, considero que a dimensão do fenômeno, o fato de ser uma atração turística já mundialmente conhecida e a possibilidade de esclarecer e difundir ao público a causa daquele processo natural me levam a manifestar em favor da proposta. Ademais, creio que ter um registro no cais de Manaus explicativo dos fenômenos que levam a formação de águas tão distintas certamente contribuirá para a divulgação das geociências entre o grande público.
Saudações
Ricardo


De: Carlos Schobbenhaus [mailto:schobben@df.cprm.gov.br]
Enviada em: segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 18:24
Assunto: Re: SIGEP - Novas Propostas - SUGESTÃO
Prezados colegas,
De fato, trata-se essencialmente de um sítio hidrológico e não hidrogeológico como foi indicado na proposta. Faria sentido se o foco da proposta fossem os sítios geológicos associados à região onde se dá o encontro das águas. Esses sítios poderiam ser, por exemplo, as falésias da Formação Alter do Chão que ocorre nas margens dos rios Solimões e Negro ou as evidências de Neotectônica, ambas citadas pela proponente. Nesse caso a proposta de sítio deveria ser focada nesses sítios ou em um deles e não no encontro das águas.
No Volume I nós temos um caso semelhante. Trata-se do Parque Nacional do Iguaçu, onde existe o atrativo das cahoeiras, mas o enfoque foi na geologia e geomorfologia dos basaltos que suportam as mesmas e outros aspectos. É evidente que existe todo o apelo ecoturístico para a área, mas este somente não justifica em enquadrá-lo em um sítio do patrimônio geológico.
Sugiro solicitar à proponente reapresentar a proposta levando em consideração o exposto acima, ou seja a proponente deverá avaliar se os sítios geológicos relacionados à região do encontro das águas justificam sua submissão à Comissão SIGEP, com vistas ao seu enquadramento no patrimônio geológico do país.
Carlos Schobbenhaus
Representante da CPRM na SIGEP


De: antonio2673 [mailto:antonio2673@terra.com.br]
Enviada em: segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 20:20
Assunto: Re: SIGEP - Novas Propostas - SUGESTÃO
...
estou perfeitamente de acordo com a proposta do Manfredo e com as observações apresentadas pelo Schobbenhaus.
Atenciosamente,
Antonio Carlos


De: Angelo Spoladore [mailto:spolador@uel.br]
Enviada em: terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 08:46
Assunto: Re: SIGEP - Novas Propostas - SUGESTÃO
Prezados colegas,
Tal que o colega Antônio, estamos de acordo com as propostas e observações
do Manfredo e do Schobbenhaus.
Cordialmente,
Prof. Angelo Spoladore


De: ricardolatge@petrobras.com.br [mailto:ricardolatge@petrobras.com.br]
Enviada em: terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 15:53
Assunto: Re: SIGEP - Novas Propostas - SUGESTÃO
Companheiros
1- Sou favorável a dinâmica de avaliação proposta pelo Manfredo .
2- O Dicionário Houass admite o uso do termo hidrogeologia como o adotado
pelos proponentes do sítio:
n substantivo feminino
Rubrica: hidrogeologia.
1 Diacronismo: antigo.
estudo das águas encontradas na superfície da Terra
2 ramo da geologia que estuda a ocorrência de água subterrânea, sua utilização e funções; geidrologia, geoidrologia
3- Em que pese num primeiro momento também ter estranhado a proposta de incluir "Encontro das Águas" no SIGEP, considero que a dimensão do fenômeno, o fato de ser uma atração turística já mundialmente conhecida e a possibilidade de esclarecer e difundir ao público a causa daquele processo natural, me levam a manifestar em favor da proposta.
Seria muito importante para a divulgação das geociências para o grande público.termos uma placa no cais de Manaus explicativo dos fenômenos que levam a formação de águas tão distintas.
Saudações
Ricardo


De: antonio2673 [mailto:antonio2673@terra.com.br]
Enviada em: segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007 20:26
Assunto: Re:SIGEP - Novas Propostas - SUGESTÃO
Prezado Manfredo,
concordo plenamente com você. As propostas estão mais para serem apreciadas numa tentativa de proteção com o estabelecimento de parques naturais do que como sítios geológicos. Não me parece ser da SIGEP a competência para julgar esse tipo da proposta.

Atenciosamente, Antonio Carlos


De: Carlos Schobbenhaus [mailto:schobben@df.cprm.gov.br]
Enviada em: quinta-feira, 1 de março de 2007 15:24

Penso que cabem alguns esclarecimentos adicionais sobre o ponto de vista que externei sobre a questão. O Encontro das Águas é um sítio hidrológico no sentido amplo, mas não hidrogeológico. A categoria de Sítio Hidrogeológico é contemplada pela SIGEP. A Hidrogeologia é um ramo da Hidrologia (ABAS, CPRM) que analisa a interação água x rocha. O Encontro das Águas (Solimões x Rio Negro) é um fenômeno hidrológico superficial sem interação com o substrato  rochoso, assim como outros rios, cahoeiras ou lagos. Estes não são contemplados pela SIGEP. O foco básico de um sítio da SIGEP deve ser o  geológico no seu sentido amplo. Outros elementos associados ao geossítio (culturais, históricos, turísticos) poderão realçar a sua importância, mas não poderão ser o motivo único na sua escolha.
Assim, para o presente caso, um elemento de interesse geológico necessitaria ser associado ao mesmo. Dado a extensão de sua área de ocorrência, caberia talvez a sugestão de propor a criação de um Parque Geológico no local, uma vez avaliados e aprovados os pontos de interesse geológico que eventualmente estejam incluídos nessa proposta. Por exemplo, as falésias do arenito Alter  do Chão, etc.
A idéia de Ricardo de se colocar uma placa explicativa do fenômeno do Encontro das Águas, no cais de Manaus, é perfeitamente válida e importante para a popularização das geociências.
Carlos Schobbenhaus
Representante da CPRM na SIGEP


De: Carlos Fernando [mailto:mouradelphim@oi.com.br]
Enviada em: segunda-feira, 5 de março de 2007 16:55
Assunto:
Prezado Professor Manfredo,
Atrevo-me, não sendo geólogo e justamente por isto, a opinar de forma favorável à proposta ENCONTRO DAS ÁGUAS DO AMAZONAS, ainda que não se referira a um sítio geológico no sentido estrito da SIGEP pois, sob um poonto de vista cultural, não vejo conflito entre geologia e hidrologia. A água tem a rocha pore suporte e a configuração de um corpo hidrico depende da configuração geológica. Isto para um leigo mas, como um responsável pelo patrimônio cultural brasileiro, não acho que a SIGEP, formada por eruditos do maior valor, deva isolar-se em definições muito restritivas.
Sobretudo agora quando se pretende modificar o texto da Constituição, com a inclusão dos sítios geológicos. Se excluirmos, em um sentido restrito, questões polêmicas, teríamos de inserir também no texto constitucional a proteção ao patrimônio hidrológico e outros afins.
Como pertenço a um órgão que lida com aspectos legais do patrimônio, sei o quanto é importante deixar lacunas a serem completadas pela jurisprudência na defesa do patrimônio cultural e natural brasileiro.
O IPHAN tem interesse em tombar sítios de excepcional feição natural na Amazônia, não aqueles que interessam ao IBAMA mas aqueles aos quais o homem conferiu valores muitos sutis que são os valores culturais. Sem qualquer dúvida, eu defenderia o tombamento deste sítio perante o ilustre Conselho Consultivo do IPHAN.
Concordo que outros elementos (culturais, históricos, turísticos) associam-se ao geossítio e que poderão realçar a sua importância mas, mesmo podendo ser o motivo único da escolha, a SIGEP não deveria ser por demais restritiva.
Queria ainda sugerir à SIGEP que encaminhasse à Presidência do Iphan solicitações de tombamento de cada sítio de valor nacional. Uma solicitação para cada sítio, já que cada pedido gera a abertura de um novo processo de tombamento.
Abraço-o cordialmente,
Carlos Fernando de Moura Delphim


De: Isolda Honnen [mailto:isoldah@iphan.gov.br]
Enviada em: quarta-feira, 7 de março de 2007 17:31
Assunto: Encontro das Águas e definição de geologia
Prezado Professor Manfredo,
Estive em Manaus no ano passado para tratar de questões ligadas ao patrimônio urbano tombado e como parte desse trabalho fizemos um percurso de aproximação ao centro histórico a partir do Rio Negro, chegando à cidade de barco. Trata-se de um caminho histórico de ocupação do território brasileiro como tantos outros percursos hidroviários mas que culmina, do ponto de vista do patrimônio arquitetônico, urbanístico e histórico, na configuração de certos elementos construídos ainda preservados da cidade de Manaus. Refiro-me a esse trabalho para comentar que estive no "Encontro das Águas" e que há inclusive um projeto do arquiteto Oscar Niemeyer a ser construído num local de onde se vê, em terra firme, o fenômeno do "Encontro". É um projeto para celebrá-lo e observá-lo.
Sou de opinião igual à de meu colega Carlos Fernando de que a SIGEP possa ver seu trabalho ampliado abordando sítios hidrológicos. Com meu escasso conhecimento do assunto pergunto: do ponto de vista da ciência da geologia, a hidrologia não pode ser considerada um ramo desta, apesar de todo o cabedal de conhecimentos e aplicações específicas que tem? Visando contribuir na discussão mas sabendo que a inclusão de sítios hidrológicos implicará numa nova concepção dos sítios abordados pela SIGEP, pesquisei algumas definições pela internet e vi a possibilidade de uma acepção muito ampla da geologia onde a água é apenas mais um dos elementos materiais que compõem o planeta, em suas camadas subterrâneas e na sua superfície.
Como a SIGEP se vincula a instituições internacionais creio que seria importante colocar em discussão a abrangência que essas instituições dão à abordagem geológica, mas creio que será sempre prerrogativa da Comissão SIGEP estipular seu próprio campo de trabalho, definindo-o e justificando-o.
Um abraço
Isolda Honnen
arquiteta do DEPAM/IPHAN


De: Eloi Campos [mailto:eloi@unb.br]
Enviada em: segunda-feira, 12 de março de 2007 19:48
Assunto: Re: Encontro das Águas e definição de geologia
.........
Fico mais com a opinião inicial do Schobbenhaus. Acho que se é para se inserir na SIGEP, deve ter mais sobreposição com geologia.
Se incluísse a hidrogeologia da região de forma mais ampla e a hidrologia fosse um aspecto adicional acho até se poderia pensar em enquadrar na SIGEP.
....
............
Ou seja, se é para votar sou contra essa proposta.
Eloi


 De: wagnersl@petrobras.com.br [mailto:wagnersl@petrobras.com.br]
Enviada em: quarta-feira, 14 de março de 2007 13:37
Assunto: ENCONTRO DAS ÁGUAS RIOS SOLIMÕES E NEGRO, AM

Estive de férias, portanto apenas agora posso responder cada uma das mensagens enviadas. Creio que talvez a mais polêmica tenha sido a proposta do "Encontro das águas", e por ela começo.
Ao meu ver, não haveria qualquer objeção em considerar a proposta como válida. Não é a geologia a ciência que estuda a Terra e os fenômenos que nela ocorrem, seja de caráter atmosférico ou hidrosférico? Na própria "Wikipedia" (en.wikipedia.org/wiki/Geology) encontra-se uma definição bastante básica e, ao meu ver, correta:
"Geology (from Greek γη- (ge-, "the earth") and λογος (logos, "word", "reason")) is the science and study of the Earth, its composition, structure, physical properties, history, and the processes that shape it. It is one of the Earth sciences".
Os rios são um dos mais importantes modificadores do nosso planeta, e isso está bem evidente no registro geológico. O encontro das águas, independente do apelo turístico, reflete uma mescla físico-química (de notável dimensão!) de dois rios, oriundos de áreas e paisagens distintas e, a partir desse encontro, essas condições são drasticament modificadas.
Não possuo dados científicos para argumentação, mas é claro imaginar que mudando-se as características da "solução química", embora os processos físicos (p. ex., arraste, suspensão) continuem ocorrendo, a interação fluido-grão certamente será diferente, o que refletirá em características distintas dos sedimentos depositados a montante e a jusante do encontro e também do fluido no espaço poroso. Daí, pode-se imaginar um amplo desdobramento, com os processos diagenéticos, por exemplo.
É claro que, na maior parte dos "encontros de águas" ou desembocaduras, essa mescla não é tão evidente e, mesmo no encontro dos rios em questão, pode ser quase imperceptível, ao menos a olho nú. Mas é exatamente a percepção visual dos contrastes de coloração que evoca as distintas composições dos rios. Afinal, por que nós, geólogos, usamos tanto jargões como "fluxo hiperpicnal", "hipopicnal" e "homopicnal"? Não são eles unicamente relações de densidade entre massas d'águas?
Na verdade, o próprio rio Solimões-Amazonas pode ser encarado como um sítio geológico, e talvez o encontro das águas seja um dos melhores pontos para "posicionar", especificamente, um local para um sítio, visto as dimensões do mesmo.
Uma abordagem (e argumentação) semelhante poderia ser também utilizada numa eventual proposta de outro sítio próximo, já no rio Negro, o arquipélago das Anavilhanas.
Um cordial abraço,
Wagner 


De: Manfredo Winge [mailto:mwinge@terra.com.br]
Enviada em: quarta-feira, 14 de março de 2007 15:39
Assunto: Proposta ENCONTRO DAS ÁGUAS

Prezados proponentes e prezados colegas da SIGEP,

não há a menor dúvida que o Encontro das Águas dos rios Solimões e Negro constitui um fenômeno espetacular da Natureza, digno de ser amplamente apreciado, divulgado e utilizado como elemento turístico.
Analisando as abalisadas considerações dos colegas da SIGEP a respeito da proposta, especialmente às de Latgé, Carlos Fernando, Isolda e Wagner, percebe-se a necessidade de ser feito o registro deste sítio de forma sistemática e com conteúdo científico de forma análoga ao que vem sendo feito para todos os sítios com cadastro organizado e publicado pela SIGEP com vistas a sua divulgação e uso no turismo. Entretanto, o que deve ser descrito é um processo de dinâmica fluvial, de áreas drenadas e de material transportado, campo da Hidrologia, diferente de sítios geológicos e paleobiológicos como os que tem sido catalogados pela SIGEP.
As correntes fluviais, condicionadas nas calhas de rios como o Negro e Solimões, são um dos mais poderosos agentes geológicos modeladores do relevo da Terra, acompanhados de longe pelos processos erosivos e deposicionais das geleiras, das correntes marinhas e do vento. Entretanto, as águas correndo em um rio - como um agente geológico - não podem ser taxadas como um Monumento Geológico nem Paleobiológico, objeto maior de nossa Comissão.
Os proponentes classificaram o sítio como de multi-tipo: hidrogeológico, geomorfológico, tectono-estrutural e turístico. Abstraindo o último tipo que não corresponde a uma classificação de tipo mas sim de aplicação, não cabem os tipos de classificação apontados: hidrogeológico não é, tectono-estrutural também não e geomorfológico também não, pois os encontros de águas de rios não correspondem a formas de relevo.
Caso venha a ser aprovado, sugiro que seja classificado como Sítio Hidrológico (seria um novo tipo no nosso formulário de propostas) e não como sítio hidrogeológico. Alternativamente, pode-se buscar - sugestão do Schobbenhaus - elementos geológicos na região do sítio para que o encontro das águas seja um tópico adicional ao sítio, como é o caso de vestígios arqueológicos, de aspectos de ecossistemas, etc.. em vários dos sítios publicados pela SIGEP.
Assim, fechando estas considerações e contrariando um pouco as posições de nossos colegas do IPHAN que tem muita experiência com relação à rigidez de classificação de Patrimônios Nacionais, acho que abrir demais a conceituação de sítio geológico e paleobiológico pode nos levar a um emaranhado de tipos de sítios que exigirá múltiplos especialistas para a análise e aprovação ("quem muito abarca pouco aperta").
Saudações
Manfredo Winge
Representante da SBG na SIGEP


De: celia@igeologico.sp.gov.br [mailto:celia@igeologico.sp.gov.br]
Enviada em: sexta-feira, 23 de março de 2007 17:10
Assunto: Re: RES: Encontro das Águas e definição de geologia

Acho a idéia desse sítio bastante interessante.
Apesar de poder ser enquadrado na categoria de "sítio hidrológico", de qualquer forma não deixa de ser um "sítio geomorfológico", uma vez que o fenômeno "Encontro das Águas" em si estaria enquadrado no pacote de processos geomórficos e sedimentares quaternários a atuais de um ambiente fluvial. Assim, independente de criarmos uma nova categoria de sítio (o que pode ser interessante), considero viável a sua inclusão como sítio da SIGEP.
Abraços,
Celia


De: Celia Regina de Gouveia Souza [mailto:celia@igeologico.sp.gov.br]
Enviada em: quarta-feira, 25 de julho de 2007 13:23
ssunto: Re: Votos - Propostas em estudo ...

Seguem os votos da ABEQUA em relação aos sítios que não havia dado o parecer.

ENCONTRO DAS ÁGUAS RIOS SOLIMÕES E NEGRO, AM - FAVORÁVEL (achei que já tivesse votado anteriormente). A proposta é arrojada; seria muito interessante adicionar dados hidrodinâmicos sobre o fenômeno em si (se disponíveis); a proponente tem ampla competência para descrever o sítio.

Celia


De: Elena Franzinelli [mailto:elena.franzinelli@gmail.com]
Enviada em: sábado, 28 de julho de 2007 10:02
Assunto: Proposta da SIGEP

Prezado Manfredo,
Agradecemos a sua resposta e as opiniões dos colegas da SIGEPa respeito da proposta por nos encaminhada do sitio " Encontro das águas", como devendo ser sitio hidrólogico.
Mas, se este for o problema da aceitação , de acordo com a sugestão de Schobbenhaus, poderemos escolher um elemento geológico, próximo ao Encontro das águas, o que poderia ser, por exemplo, a Ponta das Lajes.
A Ponta das Lajes é uma saliência na margem esquerda do Rio Negro, encoberta pelas águas durante a estação de chuva, esculpida nos depósitos cretácicos da Formação Alter do Chão, próxima ao ponto de maxima profundidade do Rio Negro e ao Encontro das águas.
Talvez esta possa ser uma alternativa, visto que, além do fenómeno em si do encontro de dois tipos de águas com características físicas e químicas completamente diferentes e de proveniência muito diferente, gostariamos ressaltar a estratigrafia e sedimentologia dos locais próximos (campo da estratigrafia), e mais ainda as condições peculiares da NEOTECTONICA na área, que, sem duvida, condicionaram a logística dos cursos de água considerados. (campo tectono-estrutural) Seria também mostrada e descutida a ocorrência da Formação Alter do Chão com morro de cerca de 90 metros de altura na base do qual está localizada a Ponta das Lajes na margem esquerda e da varzea da Ilha do Careiro na margem direita. (Campo da Geomorfologia)
Tudo isso naturalmente seguindo as normas de apresentação dos Sítios Geologicos.
O título poderia ser : Ponta das Lajes, Arenito cretácico no inicio do Vale do Rio Amazonas
Subtítuo : Próximo a cidade de Manaus, coadjuvante do "Encontro das Águas"
Aguardando resposta, agradecemos a colaboração e apresentamos cordiais saudações.
Elena Franzinelli , Hailton Igreja


De: Manfredo Winge [mailto:mwinge@terra.com.br]
Enviada em: sábado, 28 de julho de 2007 16:35
Assunto: ENC: Proposta da SIGEP
 
Colegas da SIGEP,
não quero ser preciosista, mas ainda acho que não se trata de um sítio geológico na ascepção da SIGEP, mas sim de uma confluência de rios com cargas sedimentares bem diferenciadas devido seja a regimes plúvio-fluviométricos, áreas de erosão, fatores biológicos e/ou outros diversos para cada bacia.
Muito bonito e que deve ser aproveitado turisticamente, mas não vejo quais Medidas de Proteção do "sítio" podem ser propostas.
 
Manfredo

De: Manfredo Winge [mailto:mwinge@terra.com.br]
Enviada em: sábado, 28 de julho de 2007 17:14
Para: Hailton Igreja (higreja@ufam.edu.br); Elena Franzinelli (elena@argo.com.br)
Cc: José Eloi Guimarães Campos (eloi@unb.br); Alberto Pio Fiori (fiori@setuva.geologia.ufpr.br)
Assunto: ENC: Proposta da SIGEP
 
Prezados Elena e Hailton,
favor ver meu ponto de vista no email abaixo.
Nós, representantes da SBG na SIGEP, achamos que o fenômeno do Encontro das Águas é muito interessante e importante, mas, pela sua própria natureza fluida, ele não pode ser considerado como um Monumento Geológico a ser preservado.
Ao que nos consta, êle já está sendo bem explorado turísticamente.
Vocês, proponentes, já devem ter estudado cientificamente em detalhe as causas para que ele ocorra.
Acho que os resultados dos estudos de vocês devem ser divulgados cientificamente e, também em linguagem mais popular principalmente para os meios turísticos. A RBG - Revista Brasileira de Geociências certamente seria um veículo interessante para essa divulgação científica pois o fenômeno está ligado a um processo erosional e fluvial diferenciado das bacias do Negro e do Solimões.
RBG: http://www.sbgeo.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=104&Itemid=160
 
Entretanto, a seleção dos sítios a serem preservado é um processo transparente e democrático como pode ser visto na página da proposta, onde temos 4 votos contrários e 3 favoráveis:
http://www.unb.br/ig/sigep/propostas/Encontro_das_Aguas_Rios_Solimoes_e_Negro.htm
Cordiais saudações
Manfredo
c/c suplente SBG; editor RBG
Manfredo Winge
Representante da SBG na SIGEP:

De: antonio2673 [mailto:antonio2673@terra.com.br]
Enviada em: quinta-feira, 2 de agosto de 2007 09:16
Para: mwinge
Cc: wagnersl; spolador; mmedina; mouradelphim; schobben; celiagouveia; cflino; diogenes.campos; emanuel; Gilberto.Derze; isoldah; eloi; btsimoes; mclanger; berbert; ricardo.marra; ricardolatge; rodrigo.santucci; rlantunes; dac; celia
Assunto: Re:ENC: Proposta da SIGEP
Manfredo,
concordo com você.
Abraços,
Antonio Carlos


De: Carlos Schobbenhaus [mailto:schobben@df.cprm.gov.br]
Enviada em: quarta-feira, 7 de novembro de 2007 17:06
Assunto: Re: ANÁLISE E VOTO -
...............
 
2.Meu parecer sobre a proposta ENCONTRO DAS ÁGUAS RIOS SOLIMÕES E NEGRO, AM
   "De fato, trata-se de um fenômeno hidrológico, não cabendo apresentá-lo no contexto da SIGEP. Meu voto é não favorável."
Carlos Schobbenhaus
Representante da CPRM na SIGEP

De: Elena Franzinelli [mailto:elena.franzinelli@gmail.com]
Enviada em: domingo, 13 de julho de 2008 19:54
Para: schobben@df.cprm.gov.br; mnascimento@re.cprm.gov.br; mberbert@df.cprm.gov.br; dac@abc.org.br; celia@igeologico.sp.gov.br; jwacastro@gmail.com; emanuel@dnpm.gov.br; gilberto.derze@dnpm.gov.br; rodrigo.santucci@dnpm.gov.br; franklin.araujo@ibge.gov.br; sidney.gonzalez@ibge.gov.br; ricardo.marra@ibama.gov.br; carlosfernando.pgc@iphan.gov.br; isoldah@iphan.gov.br; ricardolatge@petrobras.com.br; rlantunes@petrobras.com.br; wagnersl@petrobras.com.br; wsallun@gmail.com; cflino@uol.com.br; mwinge@terra.com.br; eloi@unb.br; fernande@acd.ufrj.br; btsimoes@ibb.unesp.br; mclanger@ffclrp.usp.br
Cc: higreja@ufam.edu.br
Assunto: Proposta de Sítio: Ponta das Lages

Enviando proposta de Sítio Geológico em substituição a uma proposta antiga chamada "Encontro das Águas".

Aguardo resposta.
Atenciosamente,
Elena Franzinelli


De: Manfredo Winge [mailto:mwinge@terra.com.br]
Enviada em: segunda-feira, 28 de julho de 2008 10:50
Para: Elena Franzinelli (elena@argo.com.br); Hailton Igreja (higreja@ufam.edu.br)
Assunto: RES: Proposta de Sítio: Ponta das Lages - recebimento
 
Prezados Elena e Hailton,
 
foi  disponibilizada a nova proposta reformulando à do "Encontro das Águas, AM" que está, por isto, sendo cancelada.
 
Esta proposta reformulada, seguindo as normas da SIGEP, está disponibilizada para análise, críticas e sugestões no site:
http://www.unb.br/ig/sigep/propostas/Ponta_das_Lajes_AM.htm
 
Solicito também o envio do CV sinóptico (até 120 palavras incluindo o nome) do co-proponente Hailton com a foto.
 
Obrigado
Manfredo
p/corpo editorial
c/c Comissão Plena
Manfredo Winge
Representante da SBGeo na SIGEP
2008 - ANO INTERNACIONAL DO PLANETA TERRA - AIPT

AVALIAÇÃO FINAL DE PROPOSTA
DE DESCRIÇÃO DE SÍTIO GEOLÓGICO - PALEOBIOLÓGICO

Nome do Sítio:  ENCONTRO DAS ÁGUAS RIOS SOLIMÕES E NEGRO, AM
Proponentes:   Elena Franzinelli; Hailton Igreja

Considerando os pareceres, comentários e réplicas constantes na página da proposta, as instituições membros da SIGEP, assim se pronunciam, através de seus representantes, quanto à proposta em epígrafe

INSTITUIÇÃO PARECER
Favorável
Não favorável 
Abstenção
Restrições/Exigências
Não se pronunciou[em branco]
Academia Brasileira de Ciências – ABC  
Associação Brasileira de Estudos do Quaternário – ABEQUA Favorável
Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM  
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE  
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis– IBAMA  
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN Favorável
Petróleo Brasileiro SA - PETROBRÁS Favorável
Serviço Geológico do Brasil – CPRM

Não favorável

Sociedade Brasileira de Espeleologia – SBE

Não favorável

Sociedade Brasileira de Geologia – SBG

Não favorável

Sociedade Brasileira de Paleontologia – SBP
Não favorável