SIGEP - COMISSÃO BRASILEIRA DE SÍTIOS GEOLÓGICOS E PALEOBIOLÓGICOS
(ABC-ABEQUA-CPRM-DNPM-IBAMA-IBGE - IPHAN-PETROBRÁS-SBE-SBG-SBP)
=======================

PROPOSTA DE SÍTIO GEOLÓGICO ou PALEOBIOLÓGICO DO BRASIL
A SER PRESERVADO COMO PATRIMÔNIO NATURAL DA HUMANIDADE

1. NOME do SÍTIO: Icnofósseis da Usina Hidrelétrica Porto Primavera, Rosana, São Paulo.

 

2. PROPONENTE
Nome completo: Luiz Alberto Fernandes
Endereço p/ postagem: Caixa postal 19.001 CEP 81.531-990
Instituição: Universidade Federal do Paraná
Fax: 41.33613163 - Telefone: 41.33613235/33613386
e-mail: lufernandes@ufpr.br
Endereço curriculum Lattes:
http://lattes.cnpq.br/4959270301217109

Marque a alternativa correta abaixo:
você está propondo:
X ] sítio geológico/paleobiológico ainda não sugerido à SIGEP e candidatando-se à sua descrição;
[  ] sítio geológico/paleobiológico ainda não sugerido à SIGEP sem candidatar-se à sua descrição; 
[  ] candidatar-se à descrição de sítio geológico/paleobiológico já aprovado pela SIGEP.

Data da proposta:10/12/2007

4. CASO TENHA ESTUDADO O SÍTIO e esteja se candidatando a descrevê-lo com artigo científico, informe:
a) DATA PROVÁVEL de entrega da minuta do artigo: 28/3/2008
b) CO-AUTORES(*):

Fernando A. Sedor - UFPR, Museu de Ciências Naturais, Setor de Ciências Biológicas, Curitiba, PR, sedor@ufpr.br;

Rafael Costa da Silva - UFRJ, Instituto de Geociências, Departamento de Geologia, Rio de Janeiro, RJ, paleoicno@yahoo.com.br;

Luiz Roberto da Silva - Companhia Energética de São Paulo, SP, luizroberto.silva@cesp.com.br,

Adalberto Aurélio Azevedo - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo S/A, Divisão de Geologia, SP, azevedoa@ipt.br,

Alessandra Gonçalves Siqueira - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo S/A, Divisão de Geologia, SP, agsique@hotmail.com

(*)Autor principal é o proponente; Informar co-autores previstos em ordem de importância com Nome Completo, Instituição, e-mail

5. TIPOLOGIA DO SÍTIO (marque com X os tipos e com XX o tipo mais característico do sítio):

[   ]Astroblema                 
X ]Estratigráfico              
[   ]História da Geologia, Mineração, Paleontologia..
[   ]Marinho-submarino  
[   ]Metamórfico                
[   ]Paleoambiental           
X ]Sedimentar                  
[   ]Outro(s):

[   ]Espeleológico  
[   ]Geomorfológico
[   ]Hidrogeológico
[   ]Ígneo
[   ]Metalogenético
[   ]Mineralógico
[ XX ]Paleontológico
[   ]Tectono-estrutural

Observação: [   ] Inclui vestígios arqueológicos  -  [   ] Interesse Histórico/Cultural

6. LOCALIZAÇÃO
a. Município(s)/UF: Primavera/SP (Pontal do Paranapanema)
2. Nome do local: Usina Hidrelétrica Eng. Sérgio Motta (ex-Porto Primavera)
3. Coordenadas geográficas (Lat/Long) do centróide da área do sítio: 22o 28' 56" S/52o 57' 27" W  
           Latitude: 22o 28' 56" S - Longitude: 52o 57' 27" W

7. JUSTIFICATIVAS(*):

Trata-se de exposição raríssima de vestígios de vida em depósitos eólicos continentais interiores, do Cretáceo Superior do sudeste do Brasil. A única menção registrada sobre o tema são pegadas de dinossauros descritas em arenitos Caiuá, no estado do Paraná (Leonardi, Simp.Geol.Reg, 1, 1977, Soc.Bras.Geol./SP, p.112-128). O cadastro do local como sítio paleontológico dará a devida evidência de seu valor científico e certamente fortalecerá a iniciativa de preservação manifestada pela operadora da usina, a Companhia de Energética de São Paulo - CESP (ver documento anexo).

(*)para a inclusão como PATRIMÔNIO MUNDIAL DA HUMANIDADE

8. BREVE DESCRIÇÃO DO SÍTIO(*):

Novos icnofósseis de tetrápodes foram registrados nos arenitos da Fm. Rio Paraná na região de Pontal do Paranapanema (Fernandes et al. 2003), extremo oeste do estado de São Paulo, a jusante da estrutura de concreto da Usina Hidrelétrica de Porto Primavera. As pegadas ocorrem em estratos frontais de depósitos de dunas eólicas, em arenitos de cor marrom-avermelhado a arroxeado com típica estratificação cruzada de médio a grande porte. O local corresponde à área central do antigo Deserto Caiuá (Fernandes & Coimbra 2000). As pegadas encontram-se em intervalo a cerca de 6 ou 8 metros acima do contato com basaltos, substrato da bacia, portanto na base da seqüência neocretácea. Encontram-se preservadas como epirrelevo côncavo em arenitos com estratificação cruzada tabular tangencial na base, de meio porte, correspondentes a depósitos frontais de dunas, exibindo a típica “meia lua“ de areia produzido pelo deslocamento do animal em substrato arenoso e inclinado. Esta associação faunística é composta por pegadas de dinossauros terópodes e pequenos mamíferos. As pistas dinossauróides são bípedes e apresentam ângulo do passo próximo de 180º e meio-passo com cerca de 13 cm; as pegadas são tridáctilas, mesaxônicas, com garras, e apresentam cerca de 9 cm de comprimento e divergência total de aproximadamente 80º. As pistas mamiferóides são possivelmente quadrúpedes com sobreposição primária total e apresentam grande variação nas dimensões da passada; as pegadas são elípticas e apresentam cerca de 5 cm de comprimento. O material estudado constitui um novo registro de pegadas de tetrápodes para os arenitos do Grupo Caiuá, ampliando assim a aérea de ocorrência da fauna tão pouco conhecida fauna dos ambientes desérticos do Cretáceo brasileiro. A ocorrência desta associação sugere que mesmo as regiões mais centrais do Deserto Caiuá eram ocasionalmente freqüentadas por predadores ou habitadas por animais adaptados à aridez.

 

(*)anexar ao e-mail até 2 fotos significativas do sítio e, se disponíveis, links ou até capítulo de tese ou de artigo do proponente sobre o sítio

9. SITUAÇÃO ATUAL DE CONSERVAÇÃO E ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA PROTEÇÃO: A ocorrência encontra-se próxima de área de relativo risco, na margem esquerda jusante da barragem. Pode estar sujeita à da ação de ondas do rio, assim como ao pisoteio de pessoas sobre as lages. Todavia, por estar nas dependências internas da usina hidrelétrica administrada pela CESP, será facilmente ser protegida com pequenas obras e transformada em área de visitação controlada. É prevista inclusive a instalação de um painel explicativo, de divulgação científica, cercas protetoras para evitar pisoteamento das áreas com pegadas e mureta de contenção de ondas. A CESP afirma seu interesse e comprometimento com a preservação do local (documento anexo).

10. BIBLIOGRAFIA REFERENTE AO SÍTIO PROPOSTO(*):

* Fernandes, L.A.; Costa, R.; Sedor, F.A; Silva, L.R. da; Azevedo, A.A.; Siqueira, A.G. 2003. Uma nova icnocenose neocretácea no interior do Deserto Caiuá (Formação Rio Paraná, Bacia Bauru). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PALEONTOLOGIA, 18., Brasília. Boletim de Resumos. Brasília DF: Sociedade Brasileira de Paleontologia, 2003. p. 124-125.

* Fernandes, L.A. 2006. Caiuá Desert sedimentary environments and facies (Caiuá Group, Late Cretaceous, Brazil). In: Congreso Latinoamericano de Sedimentología, IV y Reunión Argentina de Sedimentología, XI; 2006, San Carlos de Bariloche. Resúmes. Asociación Argentina de Sedimentología/International Association of Sedimentologists. p. 97.

* Fernandes, L.A.; Coimbra, A.M. 2000. Revisão estratigráfica da parte oriental da Bacia Bauru (Neocretáceo). Revista Brasileira de Geociências, 30(4):723-734.

* Fernandes, L.A. 1998. Estratigrafia e evolução geológica da parte oriental da Bacia Bauru (Ks, Brasil). 216p. (Tese de Doutoramento, Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo). (3 mapas).

* Fernandes, L.A.; Costa, R.; Sedor, F.A; Silva, L.R. da; Azevedo, A.A.; Siqueira, A.G. New Late Cretaceous ichnocenosis in the inner Caiuá Desert (Rio Paraná Formation, Bauru Basin, Brazil). Em elaboração.

* Pesquisa/FAPESP. 2004. Dinossauros nas dunas. Pesquisa/FAPESP, 99.

* Pesquisa/FAPESP. 2004. Dinossauros. Pesquisa/FAPESP, 100, cartas.

(*)assinalar em destaque trabalhos dos candidatos a autor e co-autor

11. FOTO E SINOPSE DO CURRICULUM VITAE DO(S) CANDIDATO(S) A AUTOR(ES)(*):

 

Luiz Alberto Fernandes é graduado em Geologia (1977), tem mestrado (1992) e doutorado (1998) em Ciências - Geologia Sedimentar, todos pelo Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo. Entre 1978 e 1980 atuou em contaminação de águas subterrâneas na Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB/SP). De 1980 a 1998 foi pesquisador do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT). Desde então é professor do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Paraná. Sua experiência em Geociências tem ênfase em Geologia Sedimentar e Análise de Bacias Sedimentares, atuando principalmente nos seguintes temas de pesquisa: Petrologia Sedimentar, Estratigrafia, Cretáceo continental; bacias Bauru, do Paraná e de Curitiba; educação tutorial, divulgação cientifica.

Fernando Antonio Sedor possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná (1987) e mestrado em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1994). Atualmente é doutorando da UFRGS, sem vinculo institucional. Tem experiência na área de Geociências, Paleontologia de Vertebrados, com ênfase em Icnologia.

Rafael Costa da Silva possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná (2001) e mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004). Tem experiência na área de Paleontologia, com ênfase em Paleozoologia, atuando principalmente em Icnologia de Vertebrados e Invertebrados.

 

 

 

 

Luiz Roberto da Silva é graduado em Engenharia Civil (1981), pela Escola de Engenharia de Lins. De 1982 a 1988, atuou como engenheiro autônomo, funcionário público, proprietário de escritório de engenharia e construtora, em atividades relacionadas a projetos, construções e fiscalização de obras civis na cidade de Assis-SP. Desde 1988 é contratado pela CESP, Companhia Energética de São Paulo, tendo atuado em diversas áreas relacionadas à engenharia civil nas usinas hidrelétricas de Porto Primavera, Rosana e Taquarussu. De 2003 a 2005 gerenciou parte da construção de 2 edifícios da CESP na Av. Paulista em São Paulo. Desde 2006 trabalha como engenheiro de manutenção civil nas usinas e instalações de geração de energia elétrica da CESP.

Adalberto Aurélio Azevedo é graduado em Geologia pela Universidade de São Paulo (1975), mestre em Geotecnia pela Universidade de São Paulo (1993) e doutor em Geociências (Recursos Minerais e Hidrogeologia) pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é Pesquisador responsável pela Seção de Geotecnia do Centro de Tecnologia de Obras de Infraestrutura do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT). Atua desde 1975 em Geologia de Engenharia na área de Investigação geológico-geotécnica de maciços, hidrogeotecnia, fundação de barragens, túneis urbanos. Ultimamente vem se dedicando a problemas de geologia de engenharia em áreas cársticas.

Alessandra Gonçalves Siqueira possui graduação em Geologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP, 1997) e mestrado em Geotecnia pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC /USP, 2001). Atualmente é assistente de pesquisa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo - IPT. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geotecnia Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: monitoramento de erosão de encostas em reservatórios, monitoramento de erosão à jusante de barragens e estudos de bacias hidrográficas.


De:
Manfredo Winge [mailto:mwinge@terra.com.br]
Enviada em: sábado, 22 de dezembro de 2007 09:37
Assunto: Sitios Geológicos do Brasil - AVALIAÇÃO DE NOVAS PROPOSTAS
 
Prezado colega geocientista,
 
    Veja e avalie as novas propostas de sítios geológicos candidatos a Patrimônio Natural da Humanidade:
 
Icnofósseis Devonianos de São Luiz do Purunã – PR 
Proposta de: Gilson Burigo Guimarães; Mario Luis Assine; Mário Sérgio de Melo; José Roberto de Góis 
 
 
Icnofósseis da Usina Porto Primavera, Rosana, SP
Proposta de: Luiz Alberto Fernandes; Fernando Antonio Sedor; Rafael Costa da Silva; Luiz Roberto da Silva;   Adalberto Aurélio Azevedo; Alessandra Gonçalves Siqueira
 
 
    A SIGEP (*) aguarda seus comentários, críticas e sugestões adicionais às propostas formuladas.
 
    Propostas de sítios brasileiros e de sua descrição científica sistematizada, com vistas a compor base de dados de nossos MONUMENTOS GEOLÓGICOS, vem sendo submetidas através de formulário padronizado.
Tais propostas são disponibilizadas na Internet  para conhecimento e avaliação, não só por parte dos membros da  comissão SIGEP mas, tambem, da comunidade geocientífica em geral.
Comentários, a favor e contra, sugestões e críticas pertinentes, juntamente com as réplicas e tréplicas, são veiculadas tambem na mesma página da proposta.
 
    Ver outras propostas em estudo  http://www.unb.br/ig/sigep/propostas/  
 
    Propostas já aprovadas, mas carecendo de autores para descrever os sítios, podem ser vistas no quadro: http://www.unb.br/ig/sigep/quadro.htm#2  
Se você estudou algum desses sítios ou tenha outro a propor e esteja interessado em preparar artigo descrevendo-o para ser publicadoacesse a página abaixo e preencha o formulário:
   
    A SIGEP está recebendo, também, SUGESTÕES EM CARÁTER PRELIMINAR de sítio(s) que o colega julgue que deva ser preservado como monumento geológico, mesmo que no momento não tenha realizado pesquisas suficientes para assumir o compromisso de sua descrição com artigo científico. 
Antes de propor qualquer novo sítio, entretanto, veja se ele atende aos pré-requisitos definidos na página de acesso ao formulário. Veja também se ele já não foi elencado em:
Comissão EDITORIAL da SIGEP
======================
 
    (*) A SIGEP objetiva o cadastro de sítios geológicos e paleobiológicos a serem preservados  como PATRIMÔNIO GEOLÓGICO DO BRASIL e a sua publicação na forma de artigos científicos que incluem recomendações de preservação /geoconservação  desses sítios.  A partir dessa base de dados, disponibilizada em livros e na Internet, em portugues e em inglês, serão selecionados sítios a serem propostos à UNESCO como Patrimônio Natural da Humanidade.
    Cada sítio aprovado e descrito constitui um capítulo de livro "SÍTIOS GEOLÓGICOS E PALEONTOLÓGICOS DO BRASIL". Os novos artigos aprovados deverão ser publicados no Volume III.
 
As instruções para os autores podem ser vistas em http://www.unb.br/ig/sigep/InstrucoesAutores.htm
   
    Os artigos dos sítios já publicados podem ser acessados em:
 
ou "linkados" via mapa de localização no Brasil em:
http://www.unb.br/ig/sigep/mapindex/mapindex.htm

 => favor repassar a geocientistas de sua lista de e-mails


 

COMENTÁRIOS, CRÍTICAS E SUGESTÕES DA SIGEP
E DA COMUNIDADE GEOCIENTÍFICA
E RÉPLICAS DO PROPONENTE


De: antonio2673 [mailto:antonio2673@terra.com.br]
Enviada em: quinta-feira, 20 de dezembro de 2007 16:11
Assunto: Re:RES: Icnofósseis da UHE Porto Pimavera, Rosana, SP.
.......
Trata-se certamente de uma importante exposição de icnofósseis que deve ser aprovada como sítio paleobiológico pela SIGEP.

As fotos mostram claramente a excelente preservação das pegadas e sua conservação parece ser perfeitamente possível pela empresa citada na proposta.
Sou plenamente favorável.
Atenciosamente,
Antonio Carlos
Representante da SBP na SIGEP:


De: ricardolatge@petrobras.com.br [mailto:ricardolatge@petrobras.com.br]
Enviada em: quinta-feira, 20 de dezembro de 2007 12:47
Assunto: Re: RES: Icnofósseis da UHE Porto Pimavera, Rosana, SP.
Muito boa a proposta.
Ricardo
Representante da PETROBRAS na SIGEP:


De: Carlos Schobbenhaus [mailto:schobben@df.cprm.gov.br]
Enviada em: quinta-feira, 20 de dezembro de 2007 16:47
Assunto: Re: Icnofósseis da UHE Porto Pimavera, Rosana, SP.
....
Trata-se de um típico sítio paleontológico cuja divulgação e medidas de  preservação devem necessariamente ter o apoio da SIGEP, considerando que:
 1) Esse novo registro de pegadas de tetrápodes em arenitos da bacia Cauiá amplia sua área de ocorrência, ainda pouco conhecida, em ambientes desérticos do Neocretáceo;
2) A CESP compromete-se em criar condições para sua proteção e preservação;
3) Os currículos apresentados indicam, a meu ver, competencia da equipe que se propõe a descrevê-lo.
Em princípio, aprovo a proposta ad referendum  do representante da Sociedade Brasileira de Paleontologia e dos demais colegas paleontólogos membros da SIGEP.
 
Carlos Schobbenhaus
Representante da CPRM na SIGEP

De: jaraujo@ibge.gov.br [mailto:jaraujo@ibge.gov.br]
Enviada em: sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 08:12
Assunto: Re: Icnofósseis da UHE Porto Primavera, Rosana, SP.
Prioridade: Alta
......

Pelas fotos não temos como avaliar se as exposições apresentam dimensões e quantidade que levem a criação do sítio. Mas sem dúvida que o registro da presença tetrápodes em ambiente desértico, já que eles normalmente se concentravam em áreas campestres pantanosas, fluviais, lacustres ou lagunares, é fato que nos parece raro no registro geológico, condição que por si só justificaria a criação do sítio.
A qualificação e experiência dos proponentes, dispensam quaisquer comentários. De nossa parte concordamos com a criação do Sítio. Julgamos contudo, ser relevante, aguardarmos as avaliações do representante da SBP, e de outros paleontólogos integrantes da SIGEP.

Jaime Franklin Vidal Araujo
Representante do IBGE na SIGEP 


De: fernande [mailto:fernande@acd.ufrj.br]
Enviada em: sexta-feira, 21 de dezembro de 2007 06:26
Prezado Schbbenhaus,

aproveitando o ensejo de sua opinião, comunico que já me manifestei a favor da proposta. As pegadas, como podemos ver nas fotos, estão muito bem conservadas e o sítio tem grande possibilidade de preservação pela empresa. Registros tão bons assim são raros, e ainda mais do Caiuá. Além disso, na equipe encontra-se o Rafael que vem se especializando no estudo de icnofósseis de vertebrados (principalmente), tema de sua tese de doutoramento, sobre os quais já tem escrito alguns importantes trabalhos. Não vejo como não ser favorável a aprovação deste novo sítio. Atenciosamente, Antonio Carlos


De: Manfredo Winge [mailto:mwinge@terra.com.br]
Enviada em: terça-feira, 25 de dezembro de 2007 18:23
Assunto: ENC: AVALIAÇÃO E VOTO DE PROPOSTA: Icnofósseis da Usina Porto Primavera, Rosana, SP

Prezados colegas da SIGEP,
o sítio proposto é muito interessante e a perspectiva de já contar com mecanismos de proteção/conservação, além das considerações abalisadas dos colegas Antônio Carlos e Schobbenhaus, nos faz também aprovar a proposta como representante da SBG.
Manfredo
c/c proponentes

Manfredo Winge
Representante da SBG na SIGEP
2008 - ANO INTERNACIONAL DO PLANETA TERRA - AIPT


De: Manfredo Winge [mailto:mwinge@terra.com.br]
Enviada em: terça-feira, 22 de janeiro de 2008 14:43
Para: Rafael Costa da Silva (paleoicno@yahoo.com.br); Adalberto Aurélio Azevedo (azevedoa@ipt.br); Alessandra Gonçalves Siqueira (agsique@hotmail.com); Fernando Antonio Sedor (sedor@ufpr.br); Luiz Alberto Fernandes (lufernandes@ufpr.br); Luiz Roberto da Silva (luizroberto.silva@cesp.com.br)
Assunto: Proposta: Sítio Icnofósseis da Usina Porto Primavera, SP - APROVADA
 
Prezados proponentes,
 
seguindo as normas da SIGEP, comunico com satisfação que a proposta de sítio e de compromisso de descrição foram aprovados conforme disponibilizados em:
 
http://www.unb.br/ig/sigep/propostas/Icnofosseis_Usina_PortoPrimavera_SP.htm
 
Recomendamos anotar os comentários e as sugestões dos membros da SIGEP e da comunidade geocientífica disponibilizadas na própria página da proposta.
 
Desta forma, o sítio Icnofósseis da Usina Porto Primavera, Rosana, SP  passa a ser relacionado na lista de propostas aprovadas pela SIGEP (http://www.unb.br/ig/sigep/quadro.htm).
 
Isto considerado, aguardamos a elaboração da minuta em Word e o encaminhamento na data aprazada por vocês; o artigo, assim que aprovado, registrará em definitivo o sítio no cadastro da SIGEP, juntamente com o elenco de propostas de preservação como patrimônio geológico, através de sua publicação na Internet (bilingüe) e no volume III de SÍTIOS GEOLÓGICOS E PALEONTOLÓGICOS DO BRASIL.

Solicitamos leitura atenta das instruções para os autores visto que elas sofreram algumas adições e pequenas modificações recentes (ex. gr.: especificações quanto à qualidade e resolução de figuras com vistas à futura impressão gráfica; inclusão de breve capítulo sobre SINOPSE SOBRE A ORIGEM, EVOLUÇÃO GEOLÓGICA E IMPORTÂNCIA DO SÍTIO; desdobramento do tópico sobre a Proteção do Sítio; encaminhamento de minicurrículo do(s) autor(es) com foto(s) que será publicado apenso ao capítulo do sítio,..)
A
cessar 
http://www.unb.br/ig/sigep/InstrucoesAutores.htm.

Qualquer dúvida a respeito favor nos contactar.

Saudações geológicas
Manfredo
p/corpo editorial 
c/co SIGEP

Manfredo Winge
Representante da SBG na SIGEP

AVALIAÇÃO FINAL DE PROPOSTA
DE DESCRIÇÃO DE SÍTIO GEOLÓGICO - PALEOBIOLÓGICO

Nome do Sítio:   Icnofósseis da Usina Porto Primavera, Rosana, São Paulo
Proponentes:  
Luiz Alberto Fernandes; Fernando Antonio Sedor; Rafael Costa da Silva; Luiz Roberto da Silva;   Adalberto Aurélio Azevedo; Alessandra Gonçalves Siqueira

Considerando os pareceres, comentários e réplicas constantes na página da proposta, as instituições membros da SIGEP, assim se pronunciam, através de seus representantes, quanto à proposta em epígrafe

INSTITUIÇÃO REPRESENTANTE(S)

PARECER
  Favorável
  Não favorável 
  Abstenção
Em branco: Não se pronunciou

Academia Brasileira de Ciências – ABC Diógenes de Almeida Campos  
Associação Brasileira de Estudos do Quaternário – ABEQUA Célia Regina de Gouveia Souza  
Departamento Nacional de Produção Mineral–DNPM Emanuel Teixeira de Queiroz
Gilberto Ruy Derze
Rodrigo Miloni Santucci
 
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE Jaime Franklin Vidal Araújo
Sidney Ribeiro Gonzalez
Favorável
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis– IBAMA Ricardo José Calembo Marra  
Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN Carlos Fernando de Moura Delphin Isolda dos Anjos Honnen  
Petróleo Brasileiro SA - PETROBRÁS Ricardo Latgé Milward de Azevedo
Rogério Loureiro Antunes
Wagner Souza Lima
Favorável
Serviço Geológico do Brasil – CPRM Carlos Schobbenhaus
Antônio Ivo de Menezes Medina
Mylène Luíza Cunha Berbert-Born
Favorável
Sociedade Brasileira de Espeleologia – SBE Angelo Spoladore
Clayton Ferreira Lino

 

Sociedade Brasileira de Geologia – SBG Manfredo Winge
José Elói Guimarães Campos
Favorável
Sociedade Brasileira de Paleontologia – SBP Antônio Carlos S. Fernandes
Marcello Guimarães Simões
Max Cardoso Langer
Favorável